Pesquisar
Pesquisar

O que ter em conta quando procurar um psicólogo?

Setembro 6, 2017

O site da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), na área de apoio ao utente, responde a algumas perguntas que podem surgir frequentemente no momento de procurar um psicólogo.

Aconselhamos a leitura atenta de todas elas, de valor incalculável para esclarecer de forma rigorosa, objetiva e credível todas as dúvidas que possam surgir no processo de consultar um profissional de saúde desta área.

De qualquer modo, duas destas questões e respetivas respostas parecem-nos tão pertinentes, que decidimos replicá-las aqui no nosso blogue:

1). “Como posso ter a certeza que uma pessoa é mesmo psicólogo(a)? Para o exercício da psicologia, em Portugal, é obrigatório o(a) psicólogo(a) estar inscrito(a) na Ordem dos Psicólogos Portugueses e possuir Cédula Profissional. A cédula é um documento com elementos únicos e intransmissíveis, que identificam o(a) profissional, nomeadamente: número de cédula, nome completo e nome profissional.”

Comentário Sintricare: Como constatam é fácil não nos deixarmos enganar. Se algum profissional da área da psicologia parecer suspeito, basta solicitar a Cédula Profissional, caso não esteja exposta no consultório. Se mesmo confirmando os dados contantes neste documento ainda restem incertezas, sugerimos que copie o número da cédula e entre em contacto com a Ordem dos Psicólogos Portugueses, de modo a assegurar que o psicólogo(a) está realmente aí inscrito.

1). “Existem psicólogos especializados em problemas de crianças? Sim. Existem psicólogos que estão vocacionados para o acompanhamento de crianças e das suas problemáticas específicas, entre outros: hiperactividade, dificuldades com o sono, dificuldades de aprendizagem.”

Comentário Sintricare: O passo fundamental para qualquer processo de cura é encontrar o caminho que melhor se adapte à especificidade de cada um e tal não é exceção com as crianças. Além de existirem psicólogos com especialização nas problemáticas comuns aos mais novos, ainda há clínicas, como a Sintricare, totalmente dedicadas à promoção do bem-estar psicológico das crianças, jovens e suas famílias. Aliás, a responsável técnica da Sintricare, Cristina Santos,  é psicóloga educacional e reconhecida pela OPP como especialista em psicologia clínica e psicoterapeuta.

Acreditamos que é muito importante trazer este tipo de informação a público, dando ferramentas às pessoas para que saibam escolher um psicólogo em segurança e tranquilidade, dignificando todos os profissionais de saúde desta área.

Por isso, percam uns minutos e leiam com atenção as restantes perguntas e respostas da área de apoio ao utente da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Sintricare