Chamada para a rede fixa nacional

Chamada para rede móvel nacional

Respeito e Confiança na Terapia Infantil

Partilhe este Artigo

 

Estabelecendo Vínculos de Confiança

A psicóloga da Sintricare, Cristina Santos, enfatiza a importância de criar um vínculo de confiança com as crianças, que começa com o respeito pelas suas experiências e sentimentos. Este respeito é fundamental para que a criança se sinta segura e confiante de que o que partilha na terapia não será revelado sem o seu consentimento.

 

Escuta Atenta e Sigilo

O processo terapêutico começa com uma escuta atenta dos pais, onde a terapeuta dedica tempo para entender as preocupações e observações deles sobre a criança. Este diálogo inicial é crucial para obter uma visão holística das dinâmicas familiares e das questões que a criança pode estar a enfrentar. A terapeuta garante à criança que manterá sigilo sobre o que é discutido, fortalecendo assim a confiança.

 

Trabalho com Rede

A terapeuta adota uma abordagem colaborativa, que ela descreve como “trabalho com rede”. Esta abordagem envolve partilhar com a criança as preocupações dos pais e permitir que a criança acrescente a sua perspectiva. Este processo não só valida os sentimentos da criança, mas também a envolve ativamente na construção de uma narrativa compreensível para todos.

 

Observação Através de Histórias e Desenhos

Para além das conversas, a terapeuta utiliza histórias e desenhos como ferramentas para entender o mundo interno da criança. Estas atividades permitem que a criança expresse sentimentos e experiências de forma não verbal, proporcionando insights valiosos para a terapeuta.

 

Devolução aos Pais

A psicóloga destaca a importância de devolver informações aos pais de uma forma que não comprometa a confiança da criança. Utiliza uma linguagem psicológica para explicar aos pais as observações feitas, assegurando que nenhuma informação pessoal específica partilhada pela criança seja revelada sem permissão.

 

Apoio aos Pais

Os pais também necessitam de sentir-se seguros e apoiados. A terapeuta reconhece que, muitas vezes, basta um olhar de confiança para tranquilizar os pais sobre o progresso da terapia. Quando necessário, fornece feedback escrito, embora não seja uma prática comum, adaptando-se sempre às necessidades dos pais.

Na Sintricare, o respeito pela confidencialidade e a criação de um vínculo de confiança são pilares fundamentais da terapia infantil. A abordagem colaborativa e sensível da terapeuta promove um ambiente seguro para que as crianças possam expressar-se livremente e para que os pais se sintam apoiados e envolvidos no processo terapêutico.

 


 

Conheça mais de perto a abordagem da Sintricare

Para mais informações sobre como promover vínculos de confiança na terapia infantil e fortalecer a comunicação entre terapeutas, crianças e pais, visite o nosso site e inscreva-se no canal da Sintricare no YouTube. Receba atualizações regulares sobre práticas terapêuticas eficazes que promovem o bem-estar emocional das crianças.

Para saber mais sobre como promover o desenvolvimento saudável das crianças e evitar os perigos da superproteção, visite a nossa Clínica de Psicologia em Sintra, o nosso site em https://sintricare.com.pt (onde também poderá marcar consultas online)  e inscreva-se no canal da Sintricare no YouTube para receber atualizações educativas regulares.

O cerne do nosso trabalho é considerar cada ser como individual, único e irrepetível.

plugins premium WordPress
× Podemos ajudar?